08 junho 2006

X-Men 3: O Confronto Final

X-Men 3: O Confronto Final, tem aqui uma muito boa adaptação à grande tela. Provavelmente supera os outros dois anteriores já que a história em que se inspira é na verdade uma das melhores dos X. A Saga da Fénix Negra é uma das mais conhecidas sagas dos X-Men de sempre. Jean Grey volta dos "mortos", mas com o seu lado mais obscuro, tão obscuro que vai causar a morte de muitas pessoas, por isso não se admirem de ver mortes por todo o lado neste filme ;)
O filme desde o princípio ao fim prendeu-me e a ideia de ser criada uma verdadeira cura para os mutantes, até nem é má. Há tantos mutantes que vivem o sofrimento de não serem iguais às pessoas normais, serem posto de parte por causa das suas diferenças. É claro que há aqueles que nunca serão uma ameaça para a humanidade, simplesmemte por serem os bons da fita e em princípio quererem combater o mal, etc. etc... Isso já nós sabemos. Qual é a história de Super-Heróis que não tem um lado bom e outro mau?
Agora quanto às personagens do filme (cuidado que podem haver :SPOILERS:) acho que houve muita morte desnecessária. Ainda por cima, logo ao início matam uma das personagem mais "importantes" dos X-Men, não o seu criador, mas sim o seu líder. Talvez tenham sido necessárias tantas mortes devido ao excesso de personagens que existiam, e que nem tiveram lá grande participação :D No fundo, as personagens mais focadas foram a Tempestade e o Wolverine. Cheguei inclusivamente a pensar que ia haver algum tipo de relação entre estes dois. Como eu, muita gente achou que houve personagens que não foram devidamente focadas, devido ao excesso das mesmas.
Uma coisa que me surpreendeu foi a morte um tanto ou quanto banal do Prof. Xavier. Quer dizer, ele não morreu, apenas se transferiu para outro corpo, mesmo quando instantes antes se havia questionado a si próprio e aos seus alunos se seria ético uma pessoa mudar-se para outro corpo. Essa "morte" é que foi mesmo desnecessária. Não acrescentou nada ao filme. Acho que apenas serviu de fio condutor para uma sequela (eu disse que muito provavelmente este não seria o último filme dos X-Manos). Enfim, foi apenas mais um momento de acção para nos prender à cadeira.
De todo o elenco as personagens que mais gostei foram o Wolverine e o miúdo que tinha como poder retirar à distância os poderes a um mutante (apenas quando o mutante está ao pé dele). Do Wolverine gostei por causa dos efeitos especiais (o seu factor de cura e as garras cobertas de admantium). Tal e qual como o Fera e o Anjo, os efeitos estavam muito bem conseguidos. Daquele miúdo (já não me lembro do nome dele) gostei por causa do seu poder um quanto ao tanto pertinente e interessante. Um mutante nascer com um poder que retira os poderes aos da sua espécie é um pouco estranho, mas verdadeiramente interessante.
Por fim, posso dizer que no geral o filme foi bom, mas podia ter sido melhor. Ainda assim estou mais ansioso pelo Homem Aranha 3, que na minha opinião é a melhor adaptação de uma BD desde que começou o novo milénio.

8/10

2 comentários:

  1. desde que começou o novo milénio? antes disso só havia super-homem, batman e .. blade :S e viste o 'sin city'? mas sim, um grande filme. 4/5

    ResponderEliminar
  2. Incluindo aquelas series do aranha, não falando exclusivamente de cinema ;)
    O Sin City não tive oportunidade de ver. Quando me der uma panca compro!

    ResponderEliminar