16 setembro 2008

T-Shirts da DC Comics na Pull and Bear

Ao que parece, a nova colecção de Outono da famosa cadeia de lojas de roupa, Pull and Bear, recebeu um carregamento de várias t-shirts com temas dos heróis mais famosos da editora DC Comics. Quem me contou isto há umas semanas foi o Diogo Campos, mas só hoje é que tive a oportunidade de dar uma saltada à dita loja e ver finalmente as tais camisolas. Há anos que procurava umas do género, portanto adorei esta iniciativa da Pull (tal como tantas outras). 
Como podem ver pela imagem, estão ali algumas amostras das peças que foram fabricadas. Além de três modelos do Flash, dois do Joker, do Plastic Man e dos Heróis da DC, também existem modelos do Penguin, Green Lantern e da Wonder Woman.
Não se inibam e comprem umas quantas destas, valem muito e pena. O único ponto negativo são os atributos de certas t-shirts, como por exemplo, a aplicação de brilhantes que, na minha opinião, ficam bastante mal.

9 comentários:

  1. Por acaso ultimamente tenho conseguido encontrar umas altamente mas faltava-me o Joker e parece que finalmente vou poder corrigir isso :D

    Epá brilhantes é que não!!!!!!

    ResponderEliminar
  2. O GL tem brilhantes LOOOOOOL
    (será que vou comprar?)
    :)

    ResponderEliminar
  3. Eu fui directo para a t-shirt do GL mas quando vi os brilhantes ui
    fiquei-me por uma do Flash. É vermelha e discreta. Não é tão visivel a geekesa da roupa lool

    ResponderEliminar
  4. O material das t-shirts desta loja é péssimo, não se iludam ;)

    ResponderEliminar
  5. É verdade Miguel, mas mesmo assim gosto dos padrões.

    ResponderEliminar
  6. Brilhantes. Brilhantes...ólha que lindo, que ele vai...se passasses lá na minha rua távas F*D*D*...não havia Super-Homem que te valesse.

    Mas no meu tempo era diferente: a malta só pintava e descolorava o cabelo, punha brincos e molas, pulseiras e colares...pois é, o pessoal do meu tempo é que era muito macho.

    - ...brilhantinhos! Olha p'ó gajo...CHAVALE...ANDA CÁ, MEU! Brilhantinhos?!!! PIMBA...(távas logo a levar na boca forte e feio...e depois vinha o maralhal molhar na sopa...Áh pois era.) Nunca mais eras ninguém! Passavas a ser o "brilhantinhos", não tinhas outro remédio senão passar a teres boas notas, entrares num curso "com muita saída", trabalhares que nem um cão para que aos 30 anos possas vir ter um belo Jaguar ou um M5 (não, não é o Mazda) e arranjares uma Trophy-Wife para passares à frente dos mitras que te fizeram a vida negra e poderes mostrar que afinal até fizeste de ti alguma coisa. Pois é...os gajos agora vão comentar uns com os outros e vão engolir o que disseram.
    Os gajos encontraram-se, como sempre, no sítio de sempre e realmente comentaram:
    - É pá, tu sabes quem eu vi hoje montado numa bela máquina, com uma bruta maluca ao lado?!
    - Não, quem?!
    - O "Brilhantinhos".
    - A sério?!!!
    - É...o paneleiro deve ter andando a vender a bilha forte e feio para ter conseguido a máquina...e a gaja deve ser colega do ataque!

    Moral da história:
    Uma vez "brilhantinhos", sempre "brilhantinhos".

    Isto, claro, para quem não se tá a cagar para o que os outros acham. Pois a verdade é que o "brilhantinhos" até se safou. Provavelmente tinha-se safo na mesma! Escusava era de ter comido as passas do Inferno durante três anos, vítima do mais pesado ostracismo e só ter vindo a perder a virgindade provavelmente com 30 anos. Tudo por um estúpido erro de falta de visão ou apenas bom gosto

    Agora é moda! Pois, ser gay também, mesmo quando não se é, portanto se fosse hoje o “Brilhantinhos” estaria em grande e teria sido muito popular lá no liceu e no resto da sua vida!

    Áh...os mitras também se safaram: dois são filhos de Pais ricos, outro teve sorte (apesar de tudo) e o outro ainda também era muito bom aluno (não teve foi o mau juízo de escolher uma t-shirt com brilhantes nesse dia).

    Este devaneio é apenas uma brincadeira. Uma brincadeira séria. "No meu tempo" (e acredito que agora também) um pequeno erro de juízo de valor ou escolha podia "arruinar" um jovem; também podia e pode servir de alavanca ou fortalecedor de carácter...mas também pode levar ao suicídio ou "apenas" à depressão profunda. O ostracismo a que muitos jovens são votados, ora por não terem a T-Shirt da última moda vestida ora por não usarem a marca "certa" de Jeans, muitas vezes mata. Mata a alegria, a simples vontade de sair de casa, e, por fim, a pessoa. O Bulling não é apenas físico, também é psicológico, utilizando práticas de terrorismo psicológico.

    Se algum de vocês que esteja a ler isto e seja "cool" (se for grande como o caraças e praticar alguma arte marcial, também serve), então protejam aqueles que não o são. Não o são, por não terem "bom-gosto" ou, pior, não terem Pais com dinheiro para lhes comprarem calças de 250 Euros e T-Shirts de 50 Euros. Ou mesmo por não terem tido a felicidade (pessoal) de terem nascido de acordo com a beleza, altura e peso que a sociedade definiu como “correcta”, ou por terem decidido vestir uma t-shirt com brilhantes.

    A vida é difícil, o pessoal é cruel, dirão vocês. Pois é, mas está na hora de a tornarmos mais fácil para os outros e menos cruel para todos.

    ResponderEliminar
  7. PS: Não, não fui eu que andei com a t-shirt com brilhantinhos :-) o personagem é ficcional. A minha onda era o Underground e a coisa mais brilhante que deva ter nessa altura vestido era a fivela dos meus Creepers e dos Doc Martins. Mas vi muitos serem arrasados por não serem da onda (não interessava qual, verdade seja dita, tinham é que ser da onda). Hoje sei que devia ter feito mais para evitar isso.

    ResponderEliminar