28 maio 2006

V for Vendetta

Argumento: Alan Moore
Desenho: David Lloyd

"Remember, remember de 5th of November,
The gunpowder treason and plot,
I know of no reason why the gunpowder treason,
Shoud ever be forgot"


Simplesmente um das melhores BD's de sempre. Apesar de ainda não ter lido um grande número de Banda Desenhada (já que só comecei a ler há 2 anos) esta deve ser a melhor da minha colecção. Esta também é provavelmente a melhor obra de Alan Moore (a par de Watchmen), já que V for Vendetta reúne cenas e pormenores realmente deliciosos.
As acções de V, a personagem principal, também são um pouco perturbadoras, já que o que ele faz é sempre inseperado, nunca se percebe muito bem o quais os objectivos dele... Mas tudo isto são primeiras impressões, pois Moore, mais tarde ou mais cedo, acaba por nos explicar o porquê das acções. Outra coisa que gostei, foram os diálogos, principalmente nos que V participava. Eram sempre muito misteriosos e deixavam-me sempre a pedir por mais. O "sorriso amarelo" de V também era um pouco pertinente. Ao longo da história fez-me pensar que ele estava sempre bem disposto e consciente dos seus actos, mas tudo isso era apenas uma capa. No fundo, posso classifcar estes acontecimentos de ciclo vicioso, porque realmente tudo o que passou volta a acontecer, e mesmo eu, que já tinha confirmado isso a meio do livro, só pude ter certeza no fim, onde tudo se evidencia.
A segunda personagem que era mais focada era Evey, que só me surpreendeu no final, já que era uma personagem que eu não gostei muito. Para já não sabia o que queria e depois não me convenceu muito aquele argumento de não querer ajudar o V. Mesmo assim ela é que foi uma das peças chave da história e aí sim, gostei da forma como Alan Moore a interpretou.

David Lloyd, apesar de ter um traço que até aprecio e também de ter tido algumas ideias para a história, acho que o seu desenho era apenas um complemento do comic, já que o que mais tem destaque é o argumento que é muito grande e complexo. Para ficarem com uma ideia, cada página tem cerca de 9 vinhetas e quase todas elas são acompanhadas de um grande balão de fala. Mas mesmo assim não tiro o mérito a Lloyd, que ainda assim deve ter tido um grande trabalho para desenhar esta obra.

Esta BD também teve a sua adaptação para o grande ecrân há bem pouco tempo. Com Hugo Weaving a interpretar V e Natalie Portman no papel de Evey, o filme tem sido bem criticado por muitas pessoas. Só Alan Moore é que nãoachou muita piada ao argumento, já que o classificou de idiota. Porque terá sido? Bem, eu ainda não vi o filme, pois preferi ler primeiro a BD e depois comprar o DVD, que está prestes a sair.

Resumindo e concluindo, aconselho vivamente este comic, a apareciadores de comics ou não. É mesmo do melhor que eu já li e portanto não se esqueçam de o ler.

10/10

5 comentários:

  1. Nunca li a BD mas a adaptação para os cinemas é extremamente boa! Vou ver se encontro esta obra do mestre Alan Moore na FNAC. Cumprimentos :D

    ResponderEliminar
  2. Uma obra-prima ;) e uma das minhas 5 favoritas.

    ResponderEliminar
  3. Está na wishlist há algum tempo, mas não se pode comprar tudo. Pelo meio vamos encontrando coisas a bons preços e o que tinhamos em mente para comprar começa a ficar para trás na lista. Mas há-de chegar o dia! Tou muito curioso de ler e conhecer melhor o V, pois tudo o que tenho lido e visto sobre a BD tem sido unânime e, como tal deve ser mesmo boa. Aindo só tive a oportunidade de a desfolhar um pouco. Mas está para breve...

    ResponderEliminar
  4. Quem ainda não leu, aconselho a comprar. Vale mesmo a pena mesmo para aqueles que não são grandes apreciadores de BD!

    ResponderEliminar
  5. VI O FILME ESTE FIM DE SEMANA E ACHEI MUITO BOM. :)

    ABRACOS
    Grimlock

    ResponderEliminar